Dias Toffoli ganha aplausos de Jair Bolsonaro e revolta petistas

O presidente eleito Jair Bolsonaro cumprimentou o ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) pela decisão de impedir a soltura de quase 170 mil criminosos, derrubando a irresponsável liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio Mello, no apagar das luzes do ano judiciário.

Evidentemente, a satisfação ainda maior de Bolsonaro e da esmagadora maioria da sociedade brasileira é pela manutenção no cárcere do meliante petista Luiz Inácio Lula da Silva.

A soltura de Lula na véspera da posse seria um duro golpe na luta contra a impunidade.

A decisão provocou uma enorme revolta nas hostes petistas, que contavam com o silêncio do presidente do STF.

Assim se manifestou o presidente:

“Parabéns ao presidente do Supremo Tribunal Federal por derrubar a liminar que poderia beneficiar dezenas de milhares de presos em segunda instância no Brasil e colocar em risco o bem estar de nossa sociedade, que já sofre diariamente com o caos da violência generalizada!”
da Redação

Comentários