Placa com dizeres “Lula Livre” resulta em “soco na cara” de deputado petista (Veja o Vídeo)

Qualquer manifestação política não seria permitida na cerimônia de diplomação dos eleitos em Minas Gerais.

A ideia era não acirrar os ânimos ainda exaltados em função da renhida disputa eleitoral.

Porém, o petista Rogério Correia resolveu desobedecer a regra estabelecida.

O resultado não poderia ser outro. Muita confusão e até confronto físico.

O deputado Cabo Junio Amaral interpelou o petista que tentou agredi-lo e sofreu o revide.

Junio deu a explicação do que aconteceu. Veja abaixo:

“De certa forma eu lamento que a nossa política tenha se direcionado nesse sentido, mas o lamento maior é ver que durante décadas fomos obrigados aturar a minoria barulhenta e agressiva se impondo sem limites, desrespeitando tudo e a todos.
Em resumo, uma senhora do cerimonial advertiu uma deputada que expunha durante toda a diplomação, uma placa de “Lula Livre”. Quando essa placa foi corretamente retirada pela cerimonialista, o deputado Rogério Correia se achou no direito de afrontar não apenas o cerimonial bem como a maioria dos presentes, retomando a placa e se colando a frente de todos.
Eu não fui eleito para assistir inerte a esse escárnio e fui em sua direção no intuito de verbalizar quando ao me aproximar já estava sendo ofendido e tentei retirar a tal placa de suas mãos, quando para minha surpresa ele me atacou no intuito de me agredir fisicamente.
É evidente que em um ato de instinto, me defendi.
Ingressei na política para me lançar no confronto de ideias, todavia, não esperem de mim o pacifismo covarde. Independente das situações que possamos enfrentar, estejam tranquilos. Nós vamos colocar o Brasil acima de tudo!”

Veja o vídeo:

da Redação

Comentários

Leia mais...

Mais em Política