TCE

A patética bipolaridade de uma tal Benedita (Veja o Vídeo)

Recentemente, o país chocado viu a Benedita agressiva. Mal acompanhada, ao lado de Roberto Requião, a petista convocou a militância para a luta, advertindo que deveria haver ‘derramamento de sangue’.

"A minha bíblia está escrito que sem derramamento de sangue, não haverá redenção".
“Vou à luta e vamos à luta com qualquer que seja as nossas armas”, bradou a insana, sob aplausos dos incautos militantes.

Uma cena deplorável, absolutamente desnecessária e sem qualquer propósito.

Veja o vídeo:

Esta semana, Benedita proporcionou mais um lastimável espetáculo, revelando a sua bipolaridade, baixa autoestima e péssimo caráter.

Na frente do local onde o presidiário Lula encontra-se recolhido, cumprindo pena por um dos inúmeros crimes que cometeu, Benedita, rastejante e deprimente, puxava a coro “Lula eu te amo”.

Na sequência, aos prantos, demonstrava toda a sua fraqueza:

“A gente está deixando o Lula no meio do caminho”.

A mulher valente, disposta a ir à luta, dava lugar a uma figura descontrolada e sem noção, mas com aspirações tiranas:

“Eu queria ter o poder, a força, que pudesse arrancar e levar ele”.

Ora, Benedita, o Lula está preso porque roubou o povo brasileiro. Por enquanto ele sente o peso de apenas uma condenação. Restam ainda, pelo menos, sete sentenças a serem prolatadas.

A lei é para todos!

Veja o vídeo:

Otto Dantas

Articulista e Repórter
otto@jornaldacidadeonline.com.br

Mais de Otto Dantas

Comentários

Leia mais...

Mais em Política