Cristina fica em liberdade graças a imunidade parlamentar, mas perde até obras de arte

A esquerda da Argentina tem grandes semelhanças com a esquerda brasileira.

A ex-presidente Cristina Kirchner permanece solta graças à imunidade parlamentar proporcionada pelo mandato de senadora. Caso contrário, assim como Lula, também estaria recolhida ao xilindró.

Porém, vem também sofrendo o cerco ‘impertinente’ da Justiça.

Nesta quinta-feira (27), por determinação do juiz Claudio Bonadio, trinta obras de artes foram apreendidas na casa de Cristina.

Como Lula, a ex-presidente da Argentina é acusada de receber milhões em propina e de comandar uma organização criminosa exposta nos chamados “cadernos da corrupção”.

Assim como Lula e Dilma, ela nega.

da Redação

Comentários

Leia mais...