Bolsonaro pretende rever “boquinha” infame do indecente Carlos Marun

O cargo de conselheiro de Itaipu tem mandato de dois anos. Assim o ex-ministro Carlos Marun estaria assegurado no cargo até 2020.

Observando a situação sob outro prisma, percebe-se que Michel Temer demitiu o seu ‘bate-pau’ no último dia de sua gestão e, em seguida, providenciou a nomeação espúria.

O presidente da República Jair Bolsonaro pretende rever esse absurdo, feito claramente para abrigar um político imoral e envolvido em diversas falcatruas, numa rentável ‘boquinha’.

Fatalmente, Marun irá ingressar na Justiça para tentar garantir a mazela.

Será um ótimo teste para o STF.

Lívia Martins

Articulista e repórter
livia@jornaldacidadeonline.com.br

Comentários

Leia mais...