Imprensa militante lança três Fake News somente nesta sexta-feira

Tento me conter, mas é complicado.

Fake News 1:

Manchete: até as cadeiras vermelhas são substituídas por azuis, no Palácio da Alvorada.

Fato: as cadeiras azuis são as originais, e foram substituídas, temporariamente, pelas vermelhas, por ocasião da posse do presidente.

Fake News 2:

Manchete: Bolsonaro propõe parceria bélica com os EUA.

Fato: em entrevista ao SBT, ontem, ele afirmou, respondendo uma questão hipotética do Carlos Nascimento, salvo engano, que mencionou a aproximação da Rússia com a Venezuela, que eventualmente, supostamente, teoricamente, a parceria poderia passar de econômica para bélica. Isto é normal em qualquer relação de aliados no mundo.

É como eu dizer que o Messi pode vir jogar com a 10 no Botafogo. Tudo pode. Mas fato, não é.

Fake News 3:

Manchete: Bolsonaro admite base americana no Brasil.

Fato: novamente, diante da mesma pergunta hipotética, e ressaltando que hoje em dia uma base militar é meramente simbólica, já que as armas de Rússia, EUA e China atingem qualquer lugar do mundo, ele, rindo!, respondeu que por simbolismo, eventualmente, talvez, quem sabe. Não afirmou absolutamente nada.

Detalhe: na 1ª fake news, no corpo da matéria está a informação verdadeira. E nas outras duas, com 30 segundos no youtube, daria para conferir. Não custa.

Comentários