Crimes e mais crimes: Professora, doutora em geografia, bela e premiada, assassinada com sete tiros

A professora Priscila de Goes Pereira, de 38 anos, foi assassinada nesta segunda-feira (5) dentro de seu próprio carro, em um estacionamento próximo à estação de metrô do bairro Maria da Graça, na Zona Norte do Rio.
Formada em Geografia pela UERJ, atualmente ela era membro do grupo de Pesquisa do Laboratório Estado, Economia e Território (LESTE/IPPUR/UFRJ), desenvolvendo pesquisas na área do planejamento governamental sob a perspectiva do desenvolvimento territorial e regional.

A vítima, doutora em Planejamento Urbano e Regional, entre as suas principais atividades, atuou como consultora e assessora técnica do Ministério da Integração Nacional, na Secretaria de Políticas de Desenvolvimento Regional; como assessora e coordenadora da Secretaria de Estado de Obras do Rio; no Departamento de Geografia da UERJ; e como consultora no Centro de Estudos da Faculdade de Engenharia da UERJ.
Priscila falava inglês e espanhol fluentemente, participava de bancas e eventos de universidades e já teve um trabalho sobre Geografia premiado.
Agentes estão em diligência na busca de testemunhas e imagens de câmeras de segurança que possam ajudar a identificar a autoria do crime. De qualquer forma, já se sabe que o atirador estava encapuzado e que foi visto fugindo a pé. Assim, circunstâncias do crime levam ao entendimento de tratou-se de uma execução.
A família da professora está muito abalada com o homicídio e ninguém sabe dizer sobre qualquer problema que Priscila estivesse enfrentando, que pudesse ser motivação para o ocorrido.


                   https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline
Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Policia