Gleisi responderá criminalmente por violação da Lei de Segurança Nacional

Em sua recente visita a Venezuela, para prestigiar a nova posse do tirano Nicolas Maduro, a deputada federal eleita e atual presidente do PT, Gleisi Hoffmann, teria violado frontalmente a Lei de Segurança Nacional (LSN).

O artigo 8º da LSN diz o seguinte:

Define os crimes contra a segurança nacional, a ordem política e social, estabelece seu processo e julgamento e dá outras providências.
Art. 8º - Entrar em entendimento ou negociação com governo ou grupo estrangeiro, ou seus agentes, para provocar guerra ou atos de hostilidade contra o Brasil.

Parece que foi exatamente o que fez a indecente petista, conforme definiu com extrema precisão o advogado Rubinho Nunes, que ingressou com a ação em nome do Movimento Brasil Livre (MBL):

“Como presidente do PT e seu alinhamento com o Nicolás Maduro, bem como as críticas ao Grupo de Lima, ao qual o Brasil é signatário, acentuaram a hostilidade do ditador venezuelano ao governo brasileiro”

A bem da verdade, a petista demonstra traços de anormalidade psíquica, não medindo as suas atitudes e colocando em risco a sociedade ante as suas ações inconsequentes, irresponsáveis e inescrupulosas.

Gleisi agiu de maneira tão grave e séria, que até elementos da própria esquerda brasileira fizeram severas críticas a suas atitudes.

Parece que chegou a hora de pôr um freio definitivo nesta psicopata.

Comentários