Incorrigível, Jean Wyllys diz que cuspiria novamente na cara de Bolsonaro (Veja o Vídeo)

O resultado eleitoral para determinadas pessoas não representou absolutamente nada. São incapazes de raciocinar e refletir sobre os seus erros e acertos.

Tivéssemos no Legislativo uma exigência mínima quanto ao comportamento ético de seus parlamentares, Jean Wyllys teria sido cassado por ter cuspido em outro deputado, em plena sessão.

Todavia, teve uma dura resposta das urnas. Sua votação em 2018 em relação a 2014 caiu drasticamente. Dos 144.778 votos obtidos em 2014, caiu para apenas 24.395 em 2018. Perdeu 120.383 votos.

Ainda assim, conseguiu sua reeleição, graças ao voto de legenda, apoiado na gigantesca votação de Marcelo Freixo, que obteve 342.491.

Não aprendeu nada com a lição das urnas, notadamente por Jair Bolsonaro ter sido eleito o Presidente da República.

O sujeito é incapaz de fazer uma reflexão, uma autocrítica.

Na sua primeira aparição após o pleito, entre inúmeras bobagens, Jean Wyllys ofendeu o Presidente da República e disse que seria capaz de novamente cuspir na sua cara.

Separamos esse trecho. Veja o vídeo:

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Leia mais...

Mais em Política