“Bom jornalismo é oposição”, diz Dimenstein que recebeu 2,2 mi via Rouanet

Em texto publicado neste sábado (19), no site Catraca livre, o colunista de esquerda Gilberto Dimenstein (ex-Folha de S.Paulo), elogiou a “independência e o bom jornalismo” da Rede Globo por matéria sobre Flávio Bolsonaro.

Dimenstein disse que a independência e a oposição a governos são sempre a melhor saída para o jornalismo, já que, segundo ele, “governos passam”.

Acontece que o site esquerdista Catraca Livre e seu proprietário Dimenstein receberam 2,2 milhões de reais durante o governo Dilma via Lei Rouanet. As informações estão disponíveis no sistema de informação do Ministério da Cultura e foram levantadas por alguns sites, entre eles o Terça livre e o Live News.

Durante as eleições, Dimenstein assumiu fazer oposição à candidatura de Bolsonaro, que considerou uma ameaça à democracia. Agora, porém, vem falar da importância da independência no jornalismo e de como a Globo está mostrando isso ao fiscalizar o governo Bolsonaro.

Em um vídeo publicado na matéria, Dimenstein diz que “o bom jornalismo é de oposição”. Diz ainda que os governos passam e por isso o jornalismo deve permanecer como uma força fiscalizadora.

Certamente, o governo que pagava Dimenstein já passou e agora ele poderia voltar a fazer jornalismo, se não estivesse tão saudosista do tempo das vacas gordas da Lei Rouanet.

O mesmo se aplica a Globo e Grupo Folha, que receberam outros milhões durante o governo petista.

(Texto de Cristian Derosa. Jornalista)Fonte: Estudos Nacionais

Comentários

Leia mais...

Mais em Opinião