A queda do potencial ofensivo da Rede Globo e a tentativa de chantagear o novo governo

A Globo blindou Lula. Protegeu Dilma. Preservou Temer. De forma indecente, descarada e nada dissimulada.

Nesses três governos o Estado brasileiro foi pilhado em bilhões de dólares. Um patrimônio maior que o valor do Chile e Argentina juntos foi rapinado do povo brasileiro.

A Globo sempre pondo panos quentes e omitindo e maquiando fatos. Por quê? Por ser beneficiária direta de verbas de publicidade vindas do Governo Federal e de empresas públicas. Um toma lá, dá cá que a história vai trazer de forma ainda mais clara à tona.

Agora enfrenta uma nova realidade. Bolsonaro anunciou medidas e cortes consistentes nos gastos publicitários. Especialmente nas verbas do grupo Globo.

A nova política tem eco social forte e consistente.

A população quer o fim das mamatas da Globo, e o fim da rapinagem que aconteceu no Brasil.

Há uma nova ordem de posturas e de costumes no país, que repercute de modo muito positivo no âmbito nacional e internacionalmente.

As editorias dos noticiários da Globo colocam em primeiro plano e manipulam fatos envolvendo o senador Flávio Bolsonaro com nítido viés de tentar constranger o governo.

Se houve erros, devem ser esclarecidos e apuradas as responsabilidades. Mas o eventual potencial ofensivo dos fatos não justifica o ensaio ridículo de criação de um massacre editorial tentando por o governo no córner.

Não vai pegar! Como não pegou o esforço editorial absurdo da Globo para eleger Haddad e destroçar Bolsonaro.

A nação está atenta, lúcida e tem leitura clara do cenário político. Sabe distinguir as coisas, dando a cada fato o valor que ele tem.

A Globo terá muitas surpresas com mais esse ardil de potencializar fatos para constranger, barganhar e chantagear.

Ninguém mais embarca nesse jogo vagabundo.

É importante o ativismo nas mídias sociais, seguindo no contraponto para neutralizar a bandidagem.

The game is over, Globo! A batata está assada!

Luiz Carlos Nemetz

Advogado.Vice-presidente e Chefe da Unidade de Representação em Santa Catarina na empresa Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo e Sócio na empresa Nemetz & Kuhnen Advocacia.
@LCNemetz

Mais de Luiz Carlos Nemetz

Comentários

Leia mais...

Notícias relacionadas