Maquiador gay defensor de Bolsonaro diz porquê foge do público LGBT

Ser artista ou empresário e depender do público LGBT deve ser no mínimo, um inferno.

Graças a Deus percebi isso no início da minha carreira e logo fugi desse público, focando mulheres, elas são muito mais fiéis e tolerantes com as diferenças do seu “ídolo”

Mas voltando ao foco do assunto, Anitta que sempre abraçou a causa LGBT, não só no seu discurso mas também na prática empregando na maioria LGBTs na sua equipe, está sendo sabotada pelos próprios “fãs” no Instagram da Madonna.

Tudo por que? Porque ela é amiga do Nego do Borel e ele fez um comentário preconceituoso esses dias

Cada vez que ela ou alguém próximo não faz o que os “ fãs “ pedem, eles a sabotam, a julgam, a humilham e esquecem de tudo o que ela já fez por eles.

Só tenho uma coisa a dizer, uma hora os artistas / influenciadores / marcas vão se cansar dessa instabilidade entre amor e ódio, dessa monopolização onde vocês acham que o artista lhes pertence, e que ele é obrigado a falar, pensar e agir como toda a turma, pois vocês “sustentam ele”. E quando isso acontecer, ninguém mais vai querer levantar a bandeira LGBT, pois não vale o preço que se paga ( principalmente essa pressão psicológica doentia)

No mais, dizer que embora ela tenha se posicionado contra o meu presidente Jair Messias Bolsonaro, sob a pressão dos seus “fãs”, eu sei que o intuito sempre foi se manter neutra, e este direito não foi respeitado. Ainda a admiro pela artista que é, e torço pelo sucesso dela.

Torço também para que ela perceba e se liberte dessa escravização de uma bandeira que prega valores que não prática: respeito e tolerância.

(Texto escrito pelo maquiador Agustin Fernandez).

da Redação

Comentários

Leia mais...

Mais em Opinião