PSDB impõe a Renan mais uma situação humilhante

A situação do senador Renan Calheiros anda tão complicada, que a brincadeira que rola em alguns gabinetes do senado é de que Renan vai acabar fugindo junto com o Jean Wyllys.

Após a avassaladora derrota na reeleição para a presidência da casa, quando o senador alagoano revelou-se um especialista em blefe, a saída honrosa seria a presidência da mais importante comissão do Senado Federal, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Porém, Davi Alcolumbre já garantiu que a CCJ ficará com o PSDB.

O PSDB, no entanto, admite abrir mão da CCJ em favor do MDB, mas impõe uma condição. O partido abre mão se a senadora Simone Tebet ficar com a presidência.

Para um Renan que pretendia expulsar Simone do MDB, é realmente uma insuportável humilhação.

A rigor, Renan já começou a pagar por todos os seus pecados.

Será gradativamente castigado, até chegar o dia em que inapelavelmente será preso.

Quem viver verá!

Otto Dantas

Articulista e Repórter
otto@jornaldacidadeonline.com.br

Comentários