Economista desmonta crítica do 'poste' ao ministro Sergio Moro (Veja o Vídeo)

Em suas redes sociais, o eterno poste do presidiário Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-candidato Fernando Haddad, criticou as medidas anticrime anunciadas nesta segunda-feira (4), pelo ministro Sérgio Moro.

Não se poderia esperar outra conduta do petista.

Eis o que Haddad escreveu:

"Li o pacote anticrime do Moro: para quem esperava o Plano Real da Segurança, que viesse solucionar problemas relativos à criminalidade, letalidade policial, genocídio da população negra, superpopulação carcerária etc., as medidas anunciadas são frustrantes e contraproducentes."

Sem dó, a economista liberal Renata Barreto rebateu:

"Caro Haddad, é compreensível que você ache o pacote anticrime “frustrante e contraproducente”. Pra quem tem 33 processos nas costas, pertence ao partido-quadrilha e passou a campanha eleitoral toda dizendo “Haddad é Lula”, criminoso condenado e preso, as medidas anticrime organizado, anticorrupção e que endurecem penas pra criminosos realmente são frustrantes e afetam a produção de mais crimes.
Você está certo. Errados estão os que votaram em você."

O comentarista político, Caio Coppolla, destaque do Morning Show da Jovem Pan, citou Renata e com notável brilhantismo reforçou a crítica ao mediocre 'poste'.

Veja o vídeo:

da Redação

Comentários