Cineasta petista tenta homenagear Lula no festival de Berlim e passa vergonha (Veja o Vídeo)

O mundo tem a exata percepção de que o movimento “Lula Livre” é uma grande farsa.

Isso ficou evidente no Festival de Berlim, no último sábado (9).

O cineasta petista Helvécio Marins Júnior se apossou do microfone e disse algumas palavras de apoio ao presidiário.

Trajando uma camisa com os dizeres “Lula Livre”, Marins disse que “ama” Lula e que sua prisão é “uma das mais absurdas do mundo”.

“É uma vergonha para nós brasileiros. Lula é o maior e melhor presidente da história do Brasil”.

O local estava lotado, mas apenas meia dúzia de presentes aplaudiu, precisamente meia dúzia de petistas. O público ignorou completamente.

No vídeo se percebe com clareza a extrema escassez de aplausos.

Mais uma vergonha.

Lula Livre é um engodo internacional.

Veja o vídeo:

da Redação

Comentários