“O fanatismo é o mal sagrado”

Essa máxima de Heráclito de Éfeso fica cada dia mais evidente.

Lendo comentários sobre a morte do grande jornalista Ricardo Boechat, ficou evidente o fanatismo cego de certas pessoas, beirando ao ódio.

Pior ainda, partindo de pessoas que se dizem cristãs, religiosas!

Eu nem sempre concordei com as opiniões do Boechat, mas o respeito como alguém que marcou a sua passagem na terra. Nunca ouvi nenhuma referência à ele como desonesto.

Li certos comentários de que ele “mereceu” a morte, porque era “comunista” ou pior ainda, porque era ateu!

Esquecem de que o CRISTO buscava as ovelhas desgarradas, o filho pródigo!

Esses comportamentos não combinam com a vivência cristã! Aliás, Huberto Rohden sempre dizia que as pessoas deveriam descobrir o que é ser “crístico”, descobrir o Cristo interior e não ser apenas os ditos “cristãos”, mera aparência social.

Deveriam descobrir a diferença (e a semelhança) entre CRISTO e JESUS.

Mas... quem manda seguir “sacerdotes” que acham que a sabedoria vem por osmose, no suvaco onde carregam a Bíblia?!

(DICA: procurem na epístola de Paulo aos Hebreus)

Mais amor e menos ódio.

Fayez Feiz José Rizk

Arquiteto em Campo Grande-MS.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários