Kátia Abreu retirou assinatura da CPI da Lava Toga após ligação de Gilmar Mendes

O ministro Gilmar Mendes pode ter exercido papel preponderante no sentido de que a senadora Kátia Abreu desistisse de seu apoio à CPI da Lava Toga.

Pelo menos, é isto que sugere o site Terra.

Diz a matéria:

“A reportagem apurou que Kátia Abreu conversou com o ministro Gilmar Mendes por telefone antes de retirar a assinatura e informou que a CPI, tal como proposta, não contava com o seu apoio. Para Kátia, este não é o momento para abrir uma crise institucional no País.”

Para quem não se lembra, a senadora é protagonista do “roubo” a pasta com documentos da mesa do Senado, atitude que flagrantemente demonstra quebra de decoro e que, pelo visto, ficará impune.

Quanto ao ministro Gilmar Mendes, certamente foi muito convincente e conseguiu, por ora, barra a temível CPI.

da Redação

Comentários