O filme de Wagner Moura e o depoimento de um ex-seguidor de Marighella (Veja o Vídeo)

O filme que marca a estreia de Wagner Moura como diretor, vai tentar criar um “herói”.

Carlos Marighella, um guerrilheiro que chegou a ser eleito deputado federal em 1946, mas que mais tarde tornou-se um dos principais organizadores da luta armada no Brasil.

O filme, na tentativa de agradar ao público e promover o seu ‘herói’, adapta o gênero policial com a clara intenção de apresentar o guerrilheiro como uma figura que amava o país.

Todavia, no vídeo abaixo, Carlos Eugênio da Paz, um ex-seguidor de Marighella, num relato horripilante, conta com detalhes a frieza e o método de ação do militante comunista.

Veja o vídeo:

da Redação

Comentários