Moura compara Marighella a Marielle e atribui ao Estado o assassinato da vereadora (Veja o Vídeo)

O ator Wagner Moura apareceu no Festival de Berlim com uma placa com o nome de Marielle Franco.

Quem viu entendeu como um gesto de homenagem à vereadora, tragicamente assassinada no Rio de Janeiro no dia 14 de março de 2018.

Não. Não era uma simples homenagem. A atitude consistia na prática adredemente engendrada de tentar promover o filme de maneira sórdida, fazendo uma ligação direta entre os dois casos, Marighella e Marielle.

O oportunismo latente de Wagner Moura ainda faz uma gravíssima acusação ao Brasil. O ator afirma que o Estado brasileiro é “racista” e que “provavelmente” é o responsável pelo assassinato de Marielle.

Incansável em sua perversidade, Moura praticamente atribui ao Brasil um apartheid nos moldes sul-africanos.

Uma verdadeira canalhice.

Veja o vídeo:

Otto Dantas

Articulista e Repórter
otto@jornaldacidadeonline.com.br

Comentários