Ator pagou para ser atacado por "racistas" nos EUA, diz polícia

Jussie Smollett, ator da série Empire, é suspeito de forjar um ataque racista contra ele próprio.

O ataque ocorreu no dia 29 de janeiro, uma semana após uma carta com ameaças a Smollet ser recebida no estúdio em que a série é gravada, em Chicago. Segundo fontes ligadas à investigação, os irmãos Ola e Abel Osundario - os supostos agressores - são conhecidos de longa data de Smollet e afirmaram ter recebido U$ 3.500,00 para participar da falcatrua, além de ter ensaiado o ataque com o ator.

A motivação seria o fato de que Smollet achou que a carta com as ameaças não recebeu atenção suficiente da mídia. A polícia encontrou roteiros da série na casa de um dos irmãos e o mesmo já participara da série como figurante.

No ataque, eles jogaram alvejante e enrolaram uma corda no pescoço do ator ao passo que gritavam ofensas raciais e homofóbicas. O ator foi levado ao hospital com uma costela quebrada.

A polícia disse que não se pronunciará até falar novamente com o ator.

da Redação

Comentários