TCE

Mc Carol xinga maquiador gay de direita por defender mulheres e leva resposta à altura

Manuela D'Ávila fez campanha para que funkeira ganhasse eleição para deputada estadual no RJ, mas não obteve êxito.

O famoso maquiador gay uruguaio que vive no Brasil, Agustin Fernandez, é ferrenho defensor de Jair Bolsonaro e implacável critico do movimento gayzista.

Na última terça-feira (19) o maquiador foi convidado pela ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, para compor o time de uma campanha de combate à violência contra a mulher. Com a escolha de Agustin, a ministra foi amplamente criticada pelo simples fato do maquiador ser homem. Damares defende Agustin uma vez que ele contribuirá com "sua sabedoria e estratégia" e que "iremos desenvolver políticas de qualidade para capacitação profissional das vítimas".

"Um maquiador, homem, para contribuir com uma campanha de combate à violência contra mulher? Oi? Centenas de especialistas no assunto e dezenas de mulheres à frente de ações sobre o tema e o rapaz é o mais indicado? Não entendi", disse uma internauta.

Também indignada com a presença de Agustin no time, a funkeira MC Carol - que se diz ser feminista mas ao mesmo tempo canta músicas que denigrem a imagem feminina - também atacou moralmente o maquiador. Entretanto, Agustin não deixou barato e deu uma bela resposta expondo a hipocrisia da cantora.

Veja abaixo os tweets compartilhados no Instagram de Agustin:

Relembre o vídeo que viralizou em que Manuela D´Ávila pede votos à Mc Carol, candidata feminista a deputada estadual no RJ nas eleições de 2018. Manuela diz que Carol é "digna", entretanto, não é o que aparenta afirmar em suas músicas. Mc Carol não conquistou votos suficientes para a eleição.

da Redação

Comentários