TCE

Justiça Eleitoral decidirá por abertura de inquérito ou arquivamento de caixa 2 de Onyx

Marco Aurélio Mello entendeu que caso não cabe ao STF

O ministro do STF, Marco Aurélio Mello, enviou à primeira instância da do TRE-RS a apuração preliminar das denúncias de caixa 2 contra Onyx Lorenzoni.

Onyx admitiu ter recebido R$ 100 mil da J&F para a campanha de 2014. Porém, delatores afirmam que outra planilha registra mais um repasse ao então deputado em 2012. Onyx, hoje Ministro Chefe da Casa Civil nega a acusação.

Marco Aurélio entendeu que, pelos fatos terem se dado quando Onyx era deputado, a prerrogativa de foro privilegiado não cabe.

da Redação

Comentários

Leia mais...

Mais em Política