TCE

Da cadeia, em carta manuscrita a amigo, Lula manifesta apoio a Maduro (Veja a carta)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, da sua cela na Polícia Federal em Curitiba, faz uma tímida defesa ao ditador sanguinário Nicolás Maduro.

Numa carta enviada ao jornalista Fernando Morais, Lula usa de argumentação totalmente falsa para defender o seu velho parceiro e comparsa. Todavia, pelo menos, Lula finalmente reconhece o sofrimento do povo venezuelano.

Porém, atribui a situação venezuelana ao bloqueio econômico efetivado pelos Estados Unidos.

Não é verdade. A ditadura bolivariana destruiu o país.

A produção de petróleo na Venezuela despencou do patamar de 3,3 milhões de barris/dia em 1997 para 1,9 milhōes de barris em 2017 como resultado das políticas da dupla Hugo Chavez/Nicolás Maduro, que expulsaram as empresas as estrangeiras do país.

A participação da Venezuela entre os principais fornecedores dos EUA vem caindo desde 1997, quando foi de 1,77 milhões de barris/dia, até 2017, quando chegou a 674 mil barris/dia.

Evidentemente, a derrocada no produção de petróleo foi fundamental para o empobrecimento do país, até chegar aos níveis alarmantes da atualidade.

Veja abaixo a carta do presidiário:

da Redação

Comentários

Leia mais...

Mais em Política