Em edição especial do Diário Oficial da União, Bolsonaro dá “Golpe de Misericórdia” em sindicatos

Enfim, cessou definitivamente a sabotagem à Reforma Trabalhista.

Medida Provisória publicada em edição especial do Diário Oficial da União que circulou nesta sexta-feira (1º) finalmente acabou de vez com a contribuição sindical obrigatória, que vinha sendo sabotada por um conluio entre sindicatos e magistrados trabalhistas contrários à reforma.

Sindicatos pelegos estavam conseguindo reimplantar a obrigatoriedade através de assembleias fantasmas que realizavam. Com o resultado das tais assembleias, conseguiam na Justiça do Trabalho o restabelecimento da obrigatoriedade.

A MP de Bolsonaro acaba com a malandragem.

Está terminantemente proibido o desconto de qualquer contribuição sindical nas folhas de pagamentos das empresas.

da Redação

Comentários