A fuga de presidiários no carnaval com uma pequena corda e uma escada

Para você entender o Sistema Penitenciário do Brasil em uma foto: bastou uma corda pequena com cinco nós para que uma dúzia de presidiários fugisse do Complexo Penitenciário De Pedrinhas, em São Luís (Maranhão), na madrugada deste domingo (03) de Carnaval 2019.

Muro baixo e cerca elétrica de arame farpado desligada, só fachada. Nenhum sentinela avistou os prisioneiros em fuga.

Nenhum agente penitenciário percebeu que detentos de alta periculosidade estavam perambulando altas horas fora de suas celas.

A escada veio depois, para o "Seu Puliça" checar a cerca desligada.

Os servidores públicos devem estar pulando Carnaval até agora...

Detalhe: há 15 dias, Damares Alves, titular do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos humanos do governo do presidente Jair Messias Bolsonaro, acertou ao vetar verbas para uma "caravana" que pretendia passar o Carnaval 2019 no litoral do Norte/Nordeste às expensas dos cofres públicos sob a rubrica de "fiscalizar a situação dos Direitos Humanos nos presídios". Época boa pra isso, né?! Sei...

Os servidores ficaram tão putos com corte na verba da folia, que divulgaram um manifesto à imprensa.

"O manifesto do organismo de combate à tortura afirma que o ministério não liberou o dinheiro da viagem, que incluía passagens para quatro pessoas (três peritos e um especialista convidado) e hospedagem para uma semana." É o que nos diz a matéria da Folha de S.Paulo de 15/02/2019 -> https://folha.com/kfet4uim

"Isto aqui, ô ô

É um pouquinho de Brasil iá iá

Deste Brasil que canta e é feliz

Feliz, feliz..."

Sigamos em frente!

Helder Caldeira

Escritor, Colunista Político, Palestrante e Conferencista
*Autor dos livros “Águas Turvas” e “A 1ª Presidenta”, entre outras obras.

Comentários

Leia mais...