TCE

A medíocre implicância de Gleisi e do PT com o policial que escoltou Lula

A Fórum, fanzine de esquerda que se intitula "uma das maiores audiências no segmento jornalístico nacional" (como já dizia o ditado, quem assim não se enfeita assim se enjeita), implicou com o policial federal que fez a escolta de Lula na saída para o velório de seu neto.

Em matéria publicada neste final de semana, "denuncia" que o policial, que usava em seu uniforme o dístico "Miami Police - S.W.A.T." (que pode ser adquirido na 25 de Março por uns R$5,00), indica a "submissão brasileira aos interesses dos Estados Unidos e, mais uma vez, mostra que ainda há muita informação não revelada sobre a prisão do ex-presidente".

Se amanhã algum policial que faz a segurança de Jair Bolsonaro for fotografado com um broche do Homem de Ferro que ganhou do seu filho de 13 anos, certamente podemos concluir que Tony Stark financiou o impeachment.

Mas a pior parte da matéria nem é essa.

A pior parte é que a redação da Fórum, num esforço jornalístico que deixaria Bob Woodward com inveja, e após 15 segundos de pesquisa no Facebook do rapaz, descobriu que o policial Danilo Campetti é ELEITOR DO BOLSONARO (pausa dramática), e que chegou a postar que "bandido bom é bandido morto" (talvez daí o medo da militância, vai que o cara resolve executar o lema e por fim ao Brahma ali mesmo) e compartilhar - pasmem - textos do Alexandre Garcia. Ao fim da matéria, o disclaimer: "a Fórum tentou contato com a sede da Polícial Federal, em Brasília, para esclarecer o caso".

O "caso".

Se me derem 30 segundos eu sou capaz de achar uns 20 professores (servidores públicos concursados, assim como o policial federal) com a estrelinha do PT por aqui, e mais uns 5 ou 6 com a foice e o martelo na foto de perfil, e ninguém liga pro MEC pra esclarecer "o caso". Mas, como diz outro famoso ditado, papagaio come milho, periquito leva a fama.

O policial tem uma missão e a cumpre, gostando ou não, e isso os proto-ditadores que adoram lamber a ditadura venezuelana são incapazes de entender, justamente porque seus soldadinhos levam e misturam a sua política pra todo lugar onde vão. Se os professorzinhos totalitários não conseguem deixar a política de fora da sala de aula, na cabeça deles é impossível que o policial deixe suas preferências em casa e faça a escolta do molusco de maneira profissional (como ele de fato fez).

Mas já que eles insistem, seria bom que exigissem somente policiais petistas para a escolta de Lula.

O nine fingers não iria sair nunca mais do xadrez.

Mais de Rafael Rosset

Comentários

Leia mais...

Mais em Circulando na rede