A “coerência” por trás do infame Lula Livre

Coerência.

Se fosse familiar, amigo, correligionário ou companheiro de Lula, faria de tudo para vê-lo livre.

Se fosse sócio, comparsa, consorciado ou beneficiário das falcatruas de Lula, faria de tudo para vê-lo solto.

Se estivesse na iminência de pegar uma cana pelos mesmos crimes que foram praticados por Lula, faria pregação doutrinária firme pela flexibilização de suas penas.

Se fosse advogado de Lula; ou de algum dos seus muitos cúmplices; ou de quem quer que seja que viesse a ser beneficiado direta ou indiretamente por sua impunidade, estaria preservando (legitimamente) meu ganha pão e esbravejando: Lula livre!

Como não me enquadro em nenhuma dessas situações, olho para os lados e vejo muitos grandes e fortes interesses atrás dessa dessa campanha generosa, humana e fraterna em benefício da impunidade de um perverso.

Existe uma ligação, um nexo e uma conexão de profundos e fortes laços de interesses unindo Lula e seus “defensores”.

Há uma causa motivacional clara, para justificar e remunerar essa “paixão”.

Não me iludo!

Luiz Carlos Nemetz

Advogado.Vice-presidente e Chefe da Unidade de Representação em Santa Catarina na empresa Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo e Sócio na empresa Nemetz & Kuhnen Advocacia.
@LCNemetz

Comentários