Burguer King lança comercial sobre poliamor apoiado por Quebrando o Tabu e George Soros (Veja o Vídeo)

A marca Burger King, forte no segmento jovem, está realizando uma campanha em que divulga a questão do poliamor. Encenando o comercial está um "trisal", ou seja, uma jovem com dois namorados. Como agravante, o comercial tem sido veiculado em comerciais de desenhos animados de canais no Youtube, dedicados ao público infantil.

Trata-se da primeira campanha de marketing a abordar a questão do poliamor, em mais uma ação do chamado marketing de lacração, no movimento que foi classificado como “empresas a serviço da revolução cultural“.

A ação não é mero produto do acaso ou de uma busca descompromissada por abordagens de publicidade modernas e conectadas ao público jovem.

Como deixa claro a fala do diretor de marketing da empresa, Ariel Grunkraut, no site B9:

"Como marca acreditamos que temos um papel importante de fazer parte de discussões como estas, deixando claro que no Burger King toda forma de amor é bem-vinda."

No vídeo de 30 segundos, três jovens, aparentando 19 a 18 anos, ou menos, apresentam o diálogo:

Esse é o Gui; Esse é o Vini; Essa é a Bah. Essa a gente namora os três; Poliamor! Tem coisas que eu amo nesse, tem coisas que eu amo no outro! E esse é o poliamor do Burger King. É o Burger King em Dobro… [ao] invés de um, ou outro; um e outro! [troca de beijos no rosto entre os três personagens].

Se a campanha em si é sinal claro do engajamento da mega corporação em objetivos de engenharia social e ruptura de valores morais, a veiculação do VT de forma não segmentada, penetra em conteúdo reservado para crianças, não dando aos pais qualquer liberdade. Afinal, os pais podem estar juntos com a criança durante uso do YouTube, determinar o canal e o vídeo que as crianças irão assistir.

Mas o comercial aparece repentinamente, no meio de vídeos mais longos ou na troca de vídeos dentro do mesmo canal infantil.

Do ponto de vista dos revolucionários, é a arma altamente poderosa, pois não dá possibilidade de defesa para as famílias. Restará aos pais, tentar explicar o que é um “trisal”, após o comercial, independentemente da criança ter idade ou não para compreender.

Outro fato interessante trazido pelo site B9, é que os personagens da propaganda realmente são um “trisal”, ou seja, os atores namoram entre si, desde 2017, e são consumidores da marca.

Como parte da campanha, a empresa Burger King realizou, no dia 26 de fevereiro, um debate gratuito sobre “todas as formas de amor”, na Av. Paulista em São Paulo, contando com a presença de membros da página de Facebook “Quebrando o Tabu”.

A página da rede social foi beneficiária de doações de George Soros, por meio da fundação Open Society, mais de 53 mil dólares em 2016, confirmando o alinhamento estratégico globalista da pauta da revolução sexual com a campanha poliamor da marca Burger King.

O poliamor é uma das próximas pautas que os progressistas desejam avançar no STF (Supremo Tribunal Federal), graças ao já manifestado apoio do Ministro Barroso e vem no sentido de fragilizar a família em seu conceito e em suas garantias jurídicas.

Assista ao vídeo que já ultrapassa 4 milhões de acessos no Youtube:

Marlon Derosa

Co-fundador do site e da Revista Estudos Nacionais. Pesquisador atualmente dedicado em temas como bioética, saúde pública, direitos humanos e geopolítica. É pós-graduado em administração e gestão de projetos. Organizador e coautor do livro Precisamos falar sobre aborto: mitos e verdades (2018).

Comentários