Justiça fecha o cerco, decreta nova prisão de Paulo Preto e encurrala Gilmar

O Ministro Gilmar Mendes, caso esteja pensando em novamente providenciar a liberdade de Paulo Preto, o operador tucano, terá muito mais dificuldades.

A juíza Maria Isabel do Prado, da 5ª Vara Federal Criminal de São Paulo, acaba de decretar nova prisão do meliante.

Assim, Paulo Preto agora tem dois mandados de prisão, vez que o primeiro, ainda em vigor, foi emitido pela 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba, pela juíza Gabriela Hardt.

Além dos dois mandados, também tramita um pedido de suspeição de Gilmar para atuar em casos que envolvam Paulo Preto e Aloysio Nunes Ferreira, proposto pelo procurador Deltan Dallagnol.

O ‘jogo’ está ficando bom e a Lava Jato avança.

da Redação

Comentários

Leia mais...