Salvo por Dodge, Gilmar corre ao encontro de FHC

Gilmar Mendes foi salvo pela Procuradora Geral da República Raquel Dodge.

Ele próprio já havia declarado que não acreditava que Dodge fosse pedir a sua suspeição no caso envolvendo Paulo Preto.

O ministro estava certo. A procuradora se acovardou.

Tão logo soube da ‘boa nova’, Gilmar, que estava em São Paulo, se dirigiu para uma reunião no apartamento do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em Higienópolis.

Certamente, não conversaram sobre o caso envolvendo Paulo Preto.

Todavia, por mera coincidência, um HC deve estar sendo preparado para o operador tucano.

Vamos aguardar.

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Comentários