TCE

Estratégia das defesas do pai e da madrasta é absolver o provedor

Leandro Boldrini, o pai do menino Bernardo, prestou depoimento nesta quarta-feira (13) perante os sete jurados que irão decidir sobre a sua condenação ou absolvição no assassinato do filho.

O retrato do médico: frio, ponderado e apelativo. Tudo ensaiado e adredemente preparado.

A estratégia das defesas do pai e da madrasta está bem clara. A absolvição do provedor, daquele que tem capacidade de trabalho, patrimônio e condições de continuar pagando as despesas e a mantença privilegiada da esposa na cadeia.

Graciele Ugulini irá depor nesta quinta-feira (14). Deve assumir o crime e isentar o marido.

Assim, Leandro estará livre para trabalhar, ganhar dinheiro e sustentar a estrutura perversa e a esposa, a ré confessa.

Vamos aguardar.

Lívia Martins

Articulista e repórter
livia@jornaldacidadeonline.com.br

Comentários