TCE

Grande Mídia prioriza “fofoca” e não divulga extinção de 21 mil cargos comissionados do governo

Vejamos como são as coisas...

1. O fato de um dos acusados do assassinato da vereadora Marielle Franco morar no mesmo condomínio residencial onde o presidente Jair Messias Bolsonaro possui casa ganhou destaque em todos os principais veículos de comunicação do Brasil.

Alguns deles, inclusive, cometendo a irresponsabilidade de aludir alguma conexão entre os fatos e incrementando a fofoca disfarçada de notícia com um "suposto relacionamento amoroso entre um dos filhos do presidente e a filha do acusado".

#ÉaLama!

2. Nenhum dos grandes veículos de mídia deu destaque ao fato de o presidente Jair Bolsonaro ter determinado a extinção de 21 mil cargos comissionados do Governo Federal, gerando uma economia mensal de R$ 195 milhões.

Note-se: cada um desses cargos consumia, em média, quase R$ 10 mil por mês. Era o mais vasto poleiro de aspones do Planeta Terra.

Mas, nossos ilustres jornalistas fingiram estar no Planeta Marte e decidiram que o Povo Brasileiro não precisava ficar sabendo da iniciativa da Presidência da República.

#ÉaLama2!

Não é por acaso que a Imprensa Brasileira amarga seus dias de pior credibilidade no mercado.

Helder Caldeira

Escritor, Colunista Político, Palestrante e Conferencista
*Autor dos livros “Águas Turvas” e “A 1ª Presidenta”, entre outras obras.

Mais de Helder Caldeira

Comentários

Leia mais...

Mais em Política