E agora, Marcela?

Confesso que, como todo bom brasileiro, engabelado por uma imprensa leniente e conivente com a bandidagem política, tive uma pontinha de esperança quando Temer assumiu a presidência em agosto de 2016.

Naturalmente, todos deduzimos que nada poderia ser pior do que Dilma Rousseff.

Isso era praticamente impossível, graças aos ‘dotes’ inimagináveis do poste de Lula da Silva agarrado ao poder com unhas e dentes.

Mas, passados poucos meses, Michel Temer conseguiu superar em incompetência e sacanagem o insuperável.

Nem a presença da bela Marcelinha ao seu lado conseguia disfarçar as estripulias do negociador de porão que era Temer.

Casos como a dinheirama que despejou na tentativa de comprar políticos para aprovar sua falida reforma da previdência ou das reuniões secretas para conspirar com os brothers Ley, Joesley e Wesley, pipocaram na imprensa.

Os processos e inquéritos contra Temer foram se acumulando, revelados pela Lava Jato.

Hoje são dez processos por corrupção, improbidade administrativa, e outros do mesmo naipe.

Nesta quinta-feira (21), finalmente, para alívio dos brasileiros o juiz Marcelo Bretas, do Rio de Janeiro, mandou para a cadeia o ex-presidente.

A prisão é relativa ao recebimento de propina nas obras da Usina Nuclear de Angra 3, uma das muitas maracutaias do indivíduo.

Junto com ele, mais um notório punguista politico: Moreira Franco, homem de confiança do chefão.

No total,10 presos, contando com a arraia miúda, especialmente empresários que participavam do esquema.

A prisão de temer é preventiva, sem data para liberação.

O MDB, talvez o partido mais corrupto do planeta (ou seria o PT?), esperneou.

O Brasil, assim, vai conseguindo um surpreendente recorde mundial: dois ex-presidentes em cana em pouco mais de um ano.

Claro que poderíamos querer mais, se pensarmos em justiça.

Falta a obscura catadora de vento Dilma Rousseff.

Ou o conspirador Fernando Henrique, que queria a todo custo transformar o Brasil em Venezuela e engabelou toda a nação com sua fala mansa.

Mas, por ora, é suficiente.

Temer na cadeia é um grande passo em direção ao cumprimento da justiça.

E uma resposta da Lava Jato aos Rodrigo Maia e ministros do STF que acreditam que podem destruí-la.

Não podem.

A Lava Jato é dos brasileiros de verdade.

E agora, Marcela?

Marco Angeli Full

Artista plástico, publicitário e diretor de criação.

Comentários