Por declarações “levianas”, prefeito do Rio perde escolta pessoal e fica sem a proteção da PM (Veja o Vídeo)

O governador Wilson Witzel é implacável e não perdoa.

O prefeito Marcelo Crivella inadvertidamente atacou a instituição Polícia Militar durante um discurso para servidores municipais.

“Quando o político rouba e fica rico, o comandante do batalhão também quer ficar rico. O coronel quer ficar rico. O tenente, o sargento, querem ficar ricos. Aí, eles sobem o morro para pegar o arrego. O arrego é o troco da cocaína”, discursou o prefeito na reunião.

Para complementar o seu delírio, Crivella ainda disparou: “O Rio é uma esculhambação completa”.

Witzel, assim que tomou conhecimento das declarações, possesso, divulgou um vídeo em defesa da instituição.

Depois, em represália, determinou a retirada dos 27 policiais militares que faziam a escolta pessoal do prefeito.

A decisão do governador já foi inclusive publicada no Diário Oficial do Estado.

Veja o vídeo:

da Redação

Comentários