TCE

Absurdo é o povo pagar “segurança” e “carros oficiais” de um presidiário (Veja o Vídeo)

Parece que certos disparates só acontecem no Brasil.

Andou bem a Justiça quando garantiu que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva iniciasse o cumprimento de sua pena pelo cometimento dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, logo após a condenação em 2ª instância.

Aliás, o povo brasileiro espera que o nosso Supremo Tribunal Federal (STF) não mude essa regra no próximo dia 10 de abril, data marcada para uma nova apreciação da questão, pelo plenário da Corte.

Todavia, essa mesmo Justiça, que mantém o meliante petista preso, permite que o governo brasileiro dispenda quase um milhão de reais para manter regalias, seguranças e carros oficiais a que o presidiário supostamente tem direito.

Ou seja, além dos gastos oriundos da custódia do encarcerado, somos obrigados a custear benesses de quem surrupiou os cofres públicos.

É lamentável e inconcebível.

Veja o vídeo:

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Comentários