TCE

No caminho do impeachment, Gilmar volta a agredir procuradores

O ministro Gilmar Mendes está superestimando o seu poder.

O "poderoso" magistrado do STF não tem mais limites.

“Uma mistura de mal com atraso e pitadas de psicopatia”, como asseverou o ministro Luis Roberto Barroso.

E parece que Gilmar ainda não se deu conta de que as coisas estão mudando e até o poder é efêmero.

Nesta terça-feira (2), o ministro voltou a agredir procuradores da República.

Para votar em favor de um comparsa de Sérgio Cabral, ele acusou os representantes do Ministério Público Federal (MPF) de "mentirosos".

O ministro partiu insanamente para cavar a própria sepultura.

Está com os seus dias contados e perdeu a noção do ridículo.

Podem me cobrar...

Otto Dantas

Articulista e Repórter
otto@jornaldacidadeonline.com.br

Comentários