Lula retoma ação para evitar convocação na CPI do Carf, que apura rombo de 40 bilhões de reais

O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva já está agindo para derrubar o novo pedido de convocação pela CPI do Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais), dele próprio, do filho Luis Claudio, de Elenice Guerra e Gilberto Carvalho.
A CPI do Carf, que investiga inúmeros casos em que multas milionárias aplicadas contra contribuintes foram transformadas em pequenas punições ou simplesmente extintas, acredita que pode existir uma relação direta entre a compra de medidas provisórias, como por exemplo a MP 471, que beneficiou montadoras, e os escabrosos esquemas feitos dentro do Carf, alguns que, inclusive, beneficiaram diretamente as próprias montadoras.
No início do mês de outubro, Lula, através de sua tropa de choque, conseguiu evitar as convocações, porém, agora, depois da ação da Polícia Federal numa das empresas de Luis Claudio Lula da Silva, ocorrida na última segunda-feira (26), o grupo que quer a convocação aumentou e ganhou força.
O filho de Lula é suspeito de ter embolsado uma pequena fortuna de um dos lobistas que atuou na compra da MP que beneficiou as montadoras.
Acredita-se que o rombo no Carf pode chegar a 40 bilhões de reais, em multas que não foram aplicadas.


                                    https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline
Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Economia