A credibilidade e o destino do Datafolha

De acordo com o Datafolha (instituto segundo o qual Haddad seria eleito com folga), Jair Messias Bolsonaro foi quem menos fez em seus primeiros 100 dias de governo e tem a pior avaliação para um ocupante da Presidência da República desde a Redemocratização.

Os anteriores tinham ótimas avaliações e permitiram e/ou lideraram quadrilhas que saquearam os cofres públicos dos cidadãos brasileiros pagadores de impostos (um até está preso, condenado pelo Poder Judiciário), deixando o Brasil literalmente na merda.

Se Jair Bolsonaro tirar o país desse lamaçal, já está de bom tamanho.

Lembrando sempre que, se o Brasil sair da merda, quem nela mergulhará será o Datafolha e seus "padrinhos".

Sigamos em frente!

Helder Caldeira

Escritor, Colunista Político, Palestrante e Conferencista
*Autor dos livros “Águas Turvas” e “A 1ª Presidenta”, entre outras obras.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários