A esquerda precisa arcar com sua responsabilidade pela morte de Evaldo

A intervenção militar só se justifica pela absoluta falência da segurança pública.

80 tiros é muito tiro. Concordo.

Nem vou entrar na questão do número exagerado. É IMPOSSÍVEL que um Ford Ka receba 80 disparos de fuzil e 4 pessoas saiam vivas (3 incólumes).

A pergunta é:

O QUE O EXÉRCITO ESTÁ FAZENDO NAS RUAS?

Militar não é treinado pra patrulhar rua, pra passar cagaço em fogueteiro, pra dar "presta atenção" em nóia. MILICO É TREINADO PRA GUERRA.

Colocar as Forças Armadas para patrulhar comunidades, esperando que ajam como a PM, é esperar que um torneiro mecânico faça artesanatos de biscuit.

A intervenção militar só se justifica pela absoluta falência da segurança pública. São anos de desvalorização da policia e de políticas ineficientes para combate ao crime organizado.

Sabe quando os "Direitos Humanos" "passam pano" pra traficante? Sabe quando playboy sobe o morro pra fumar maconha? Sabe quando funkeiro glamouriza a vida do crime? Então... O resultado é esse.

Só me pergunto porque a imprensa, as ONGs e os "coletivos" não dão a mesma enfase quando são as facções que matam um pai de família.

Da menina que foi morta, com bala "perdida" de Kalashnikov, ninguém fala nada. Com o moleque "justiçado", porque perdeu a "carga", ninguém se importa.

São capachos de traficantes, que levantam bandeiras para fazer política, até o ponto que os "patrões" deixam. Com o crime, ninguém mexe. Quem tem cu, tem medo.

Os soldados fizeram merda, sim. Precipitaram. Agiram na adrenalina.

Só quem já esteve em um confronto sabe como é. Se a decisão demorar um segundo, é vala. Cagada acontece.

Mas a culpa não se resume a isso.

Todos esses hipócritas, que hoje estão protestando contra o Exército, contribuíram para que aqueles soldados estivessem ali, naquele momento.

Vilanizaram a polícia, endeusaram traficantes, militaram pelo desencarceramento e elegeram defensores de vagabundos. Colocaram no "caldeirão" todos os ingredientes para uma guerra civil.

Homens treinados para a guerra, combatendo bandidos com armas de guerra. É GUERRA!

E, na guerra, pessoas morrem.

Efeito colateral.

Felipe Fiamenghi

O Brasil não é para amadores.

Comentários