“Toffoli não reúne condições morais para permanecer no cargo”, diz Carvalhosa (Veja o Vídeo)

O renomado jurista Modesto Carvalhosa, que recentemente ingressou com o pedido de impeachment do ministro Gilmar Mendes, vai propor também o impeachment do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli.

Assim, nos próximos dias poderemos ter dois pedidos de impeachment de ministros do STF tramitando no Senado Federal.

Modesto Carvalhosa esclareceu neste sábado o seu posicionamento numa publicação efetuada nas redes sociais:

"A mais recente edição da Revista Crusoé revela fatos gravíssimos a respeito de Toffoli.
O delator Marcelo Odebrecht informa à Polícia Federal que o ministro era referido como ‘amigo do amigo de meu pai’ em tratativas do diretor jurídico da empreiteira com a AGU sobre temas envolvendo hidrelétricas do Rio Madeira.
5 meses após a mensagem na qual Marcelo pergunta a executivos da empreiteira se “fecharam com o amigo do amigo de meu pai”, a Odebrecht vence o leilão para construir a usina de Santo Antônio.
Está claro que Toffoli, por absoluta falta de decoro, não reúne condições morais para permanecer no cargo.
A imagem do STF fica ainda mais arranhada perante a Nação.
Nos próximos dias, Laércio Laurelli, Luis Carlos Crema e eu devemos protocolar novo pedido de impeachment contra o presidente da Suprema Corte.”

Na sexta-feira (12), o jurista, em entrevista para a Rádio Jovem Pan, esclareceu o procedimento que deverá ser adotado.

Veja o vídeo:

da Redação

Comentários