Bretas responde com fina ironia a afirmação falsa e maldosa do devasso petista Paulo Pimenta

Essa doença que acomete os petistas é gravíssima. Costumam medir o caráter e a idoneidade de pessoas decentes, utilizando para tanto a própria régua.

Um sujeito como o deputado Paulo Pimenta, dono de uma trajetória tortuosa, com inúmeras acusações de sua má conduta partindo da sua própria família, não tem a mínima condição de fazer qualquer consideração a respeito do juiz Marcelo Bretas, homem de conduta escorreita e de incomparável estatura moral.

Mas, Pimenta não se enxerga, é atrevido e se escora na imunidade de seu mandato parlamentar.

Assim, na tentativa de colocar em dúvida a natureza das decisões do magistrado, afirmou nas redes sociais que Bretas, pouco antes da Lava Jato do Rio, fez curso no DoJ e no FBI, para tanto utilizou como fonte uma matéria de um jornal comprometido até o pescoço com o PT.

Uma situação que também atribuíam ao juiz Sérgio Moro, como forma de justificar que a condenação dos larápios petistas e do próprio Lula atendia aos interesses norte-americanos.

O juiz Marcelo Bretas deu a resposta merecida, aquela que realmente desmoraliza o acusador, com inteligência e humor. Veja abaixo:

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários