Estátua de Virgem Maria é decapitada na França

Cerca de 900 igrejas foram vandalizadas na França somente em 2018.

Uma estátua da Virgem Maria foi decapitada em uma pequena vila francesa nesta quarta-feira (17), o mais recente em um dilúvio de ataques anticristãos na França, que somam quase 900 em 2018.

A estátua, localizada na comunidade de Marlhes, foi decapitada, não obstante ser feita de ferro fundido com reforços de metal.

De acordo com um relatório da LeProgres, os vândalos “estavam bem equipados” para causar o dano. A estátua já tinha sido danificada no ano passado como resultado de um incêndio.

Uma associação local prometeu reparar ou substituir a estátua. Os perpetradores não foram pegos.

O incidente ocorreu apenas 48 horas após o trágico incêndio na catedral de Notre-Dame, em Paris.

O jornalista francês Maxime Lepante apontou indignado um fato. Enquanto a reação da mídia às mesquitas sendo vandalizadas é de horror, com os criminosos sendo rapidamente capturados, os ataques locais cristãos são recebidos com muito menos preocupação.

“Duas igrejas são vandalizados por dia”, disse Lepante.

Houve 1062 atos anticristãos em 2018 na França, em comparação com apenas 100 atos antimuçulmanos. Ao longo de 2018, nada menos que 875 igrejas na França foram atacadas.

* Com informações Summit News.

da Redação

Comentários