O censor recua e o meliante petista leva a vantagem

Moraes voltou atrás, como não poderia deixar de ser, depois da impensada tentativa de censura e blindagem do ‘cumpanhero’ Toffoli.

A decisão contra a Crusoé e O Antagonista foi revogada por ele mesmo.

Mas, palavrório sem fundamento algum, foi usado para justificar a asneira e o recuo.

Algo como ‘eu não sabia que os documentos existiam’.

Perde Toffoli, que se queria ficar na sombra e não ver seu nome exposto nas maracutaias da Odebrecht, viu seu nome ser lançado com desconfiança à estratosfera nestes dias.

Um autêntico tiro no pé da dupla, que se viram completamente isolados no palco de Brasília.

Até Celso de Mello estrilou, indignado, junto com entidades de todo o tipo pelo país.

Só faltou mesmo o repúdio da Associação Protetora dos Animais.

No frigir dos ovos, ganhou Lula da Silva.

Toffoli, na parede, acabou fazendo na sequência mais uma asneira: pressionado, liberou o ex patrão para dar entrevistas de dentro da prisão, como queria o folhetim Folha de São Paulo.

Só pra fazer média.

Enfim, o lamentável episódio só demonstra claramente o total despreparo dessa dupla para ocupar os cargos que ocupam.

E a leviandade com que encaram o serviço público.

Esquecem do elementar: seu salário - alto, diga-se de passagem - é pago pelo povo que pretendiam calar.

Marco Angeli Full

Artista plástico, publicitário e diretor de criação.

Comentários