Banco de DNA de Moro vai revolucionar a solução de crimes no Brasil

O ritmo frenético de trabalho do ministro Sérgio Moro, além do intenso combate a corrupção, promete tornar o Brasil um dos países mais eficientes na resolução de crimes que deixam vestígios corporais.

Até o final da gestão do presidente Jair Bolsonaro, o país terá um banco de DNA completo, garante Moro.

Os crimes poderão ser solucionados com o uso exclusivo da ciência.

A proposta é “a extração do perfil genético (DNA) de todo condenado por crime doloso no Brasil. Significa passar um cotonete na boca do preso e enviar o material ao laboratório. Isso passa a compor um banco de dados, como se fosse uma impressão digital”, disse o ministro.

“Diante de um crime, a polícia busca vestígios corporais no local (fio de cabelo, por exemplo), identifica o DNA e cruza com o banco de dados. Tem um potencial muito grande para melhorar as investigações, evitar erros judiciários e inibir a reincidência” explicou Moro.

da Redação

Comentários