Mourão está querendo nos convencer de que é inimigo do governo

Todos os sites da esquerda sapateando em cima da briga que envolve Mourão x Carlos Bolsonaro e Olavo de Carvalho.

E tem como defender? Como justificar o injustificável? Carlos usa termos como "vá cheirar uma virilha" ao responder um seguidor que pede outro posicionamento sobre o assunto.

Outros seguidores pedem para que Carlos cuide de seu mandato de vereador no Rio e alguns imploram para que o presidente se explique em rede nacional; aí vem a resposta que mais me surpreendeu, por ter vindo justamente do filho que sempre o defende:

Um seguidor comenta no Instagram de Carlos que Jair precisa falar em cadeia nacional de rádio e TV e Carlos comenta concordando "não sei também porque não fala!".

Quando fiz uma matéria falando sobre um suposto informante no governo que vazava coisas para o grupo Globo (como a informação da demissão do ministro da Educação), alguns leitores do meu perfil e de alguns portais que escrevo, comentaram sobre a falta de confiança em Mourão, lembro de vários comentários assim e eu não considerei uma hipótese provável.

Deixo aqui o reconhecimento de meu erro de análise, realmente eu não via no general um oponente do presidente, assim como meus leitores já haviam detectado, porém, depois de todo esse imbróglio em rede social, não há como fingir que tudo está sob controle.

Há duas formas de sair dessa situação com poucas sequelas, mas deve ser feito imediatamente e não depende da cúpula do governo, nem do partido, depende exclusivamente de Jair.

Raquel Brugnera

Pós Graduando em Comunicação Eleitoral, Estratégia e Marketing Político - Universidade Estácio de Sá - RJ.

Comentários