A extrema-imprensa aplaude as ofensas de um corrupto, mas Moro dá a melhor resposta

O Estadão, autor do mais recente Fake News envolvendo o presidente Jair Bolsonaro, mas que acabou atingindo uma criança inocente de apenas 8 anos de idade, na sua luta insana contra o governo, divulgou nesta terça-feira (23), festivamente, comentários ofensivos que o ex-primeiro ministro de Portugal José Sócrates fez ao ministro da Justiça Sérgio Moro.

A manchete estapafúrdia do jornal:

Em Portugal, Moro bate, Sócrates devolve

Na realidade, o ex-magistrado brasileiro apenas apontou dificuldades no sistema processual português e citou o caso de Sócrates como exemplo.

O ex-premiê português, assim como Lula, é um corrupto que responde a mais de 30 crimes de corrupção.

Petulante e mau-caráter, Sócrates respondeu a Moro com as mesmas acusações enfadonhas que o PT faz costumeiramente.

O ministro indagado sobre as acusações do difamante corrupto português, foi curto e grosso:

“Não debato com criminosos”.

Lívia Martins

Articulista e repórter
livia@jornaldacidadeonline.com.br

Comentários