TCE

Folha, em franca decadência, finalmente se rende e reconhece que Lula é “ladrão”

A Folha de S.Paulo está enlutada. A esquerdalha que domina a redação do jornal certamente está inconformada com a direção editorial que resolveu tomar uma decisão, que embora extremamente tardia, finalmente demonstra o reconhecimento ao trabalho da Operação Lava Jato e a coragem, honestidade e inteligência do ex-juiz Sérgio Moro.

Um editorial do jornal, publicado nesta quinta-feira (25) reconheceu que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é um ‘ladrão’.

Na realidade a Folha reconheceu o óbvio, mas diante da persistência de manter-se contra os novos tempos e unir-se desavergonhadamente em torno da candidatura de Fernando Haddad, a rendição é a demonstração de que o bem está avançando para vencer o mal.

Abaixo alguns trechos do editorial que significa o reconhecimento do jornal de sua trêfega caminhada na contramão do verdadeiro jornalismo.

"Não há como sustentar a ideia de que Lula é alvo de um processo de exceção."
"Ao reafirmar a sentença que condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do tríplex de Guarujá, o Superior Tribunal de Justiça tornou ainda mais implausível a tese de que o líder petista é vítima de perseguição política."
"Decisões judiciais não são imunes a críticas, e o ex-presidente tem todo direito de considerar sua condenação injusta. Mas não há como sustentar a ideia de que é alvo de um processo de exceção depois que três instâncias do Judiciário analisaram seus argumentos e chegaram ao mesmo entendimento."

Otto Dantas

Articulista e Repórter
otto@jornaldacidadeonline.com.br

Comentários