3 mortes confirmadas em sinagoga da Califórnia

Um adolescente de 19 anos com rifle abriu fogo ontem na Sinagoga de Chabad of Poway, na Califórnia.

Até o momento foram confirmados 3 mortos e um ferido de acordo com a polícia local.

Quatro pessoas foram levadas ao hospital local com ferimentos de bala ao meio dia, informou uma rede de televisão dos Estados Unidos. As autoridades policiais confirmaram que trata-se de um crime de ódio, contra a religião.

A polícia de San Diego identificou o suspeito John Earnest. De Acordo com o Washington Post, o Cherife William D. Gore, informou que a arma pode ter falhado quando Earnest estava dentro da Sinagoga, isso impediu uma tragédia de maiores proporções. Um policial que não estava em serviço atirou e matou o suspeito quando ele tentava fugir.

Nas páginas de internet que frequentava, o suspeito fazia comentários positivos sobre a morte de judeus. Ele também se auto-declarava "anti semita" e tinha Jesus e Hitler como referências de liderança.

Em um post que parece ser do suspeito ele declara que queria fazer uma live nas redes sociais e compartilhar o link.

O atentado ocorre apenas seis meses depois do massacre na Sinagoga de Pittsburgh

A Sinagoga Tree of life (arvore da vida, em tradução livre) foi invadida por um homem armado que matou 11 pessoas e feriu outros seis. Foi o ataque mais letal direcionado a Judeus na história dos Estados Unidos.

Com informações do Washington Post, MSNBC e CNN.

João de Freitas

Jornalista, brasiliense, reportando as principais notícias do mundo direto dos Estados Unidos.

Comentários