A Folha, hipócrita e rasteira, impôs censura a Lula na parte 'inconveniente'

No início da noite deste domingo (28), um portal de esquerda publicou que o jornal Folha de São Paulo não teria divulgado na íntegra a entrevista com o ex-presidente que está preso.

O presidiário iniciou lendo um texto onde atribui toda culpa de sua prisão na Rede Globo e seus veículos de comunicação aliados (como a Folha de S.Paulo).

Ele repete coisas do tipo: Tudo começou quando a Rede Globo resolveu derrubar o PT em 2013, convocando as pessoas para irem para as ruas, mostrando em seus jornais um país corroído pela corrupção; quando na verdade, o Brasil estava com os melhores números possíveis e tinha até terminado com a fome e a miséria de 36 milhões de brasileiros. Por isso a Rede Globo achou melhor tirar o PT do poder.

Depois culpou Sérgio Moro e Deltan Dallagnol (a quem o presidiário sustenta um ódio indisfarçável), e reclama que Deltan nunca olhou nos olhos dele.

Se comparou a Jango e Getúlio, além de chamar os opositores e a mídia de "exploradores de gente simples", terminando o texto com máxima de que o povo o amará para sempre e que ele já entrou para a história.

Vou me abster de comentar esse pedaço do discurso porque seria repetir notícias. É sempre a mesma coisa, ele pede auto crítica de todos mas é incapaz de reconhecer que além dele, TODA CÚPULA do partido está presa, usa tornozeleira eletrônica, ou, está sendo processada, essa parte ele esqueceu de comentar. Vou me deter a atitude do jornal.

A Folha de São Paulo é muito hipócrita!

Entrou na justiça para entrevistar o presidiário e o censura quando ele os acusa? Ora...

Tá contente Mônica Bergamo?

Raquel Brugnera

Pós Graduando em Comunicação Eleitoral, Estratégia e Marketing Político - Universidade Estácio de Sá - RJ.

Comentários