Adriana Ancelmo aguarda liberação de visitas íntimas ao marido preso

Nos áureos tempos de poder em que Sérgio Cabral Filho reinava absoluto no Rio de Janeiro, certamente que ninguém imaginou esse desfecho.

A parceria com Lula produzia resultados astronômicos e a dupla, presidente e governador, não se cansava de fazer juras eterna de amor e cumplicidade.

Usaram e abusaram fartamente da farra e da orgia com o dinheiro público.

Cabral, a esposa, Lula e uma plêiade de maus elementos, muitos já devidamente presos, outros soltos em razão do nefasto foro privilegiado, se regojizaram na safadeza e na devassidão.

Hoje, Lula, recolhido em Curitiba, luta desesperadamente para sair da cadeia. Cabral, por sua vez, nem tem mais esperanças de liberdade, pensa em tão somente conseguir a mudança para um presídio melhor e a liberação de visitas intimas, onde poderá receber a ex-madame Adriana.

Para tanto, voluntariamente começou a contar detalhes sobre a sua vida no mundo do crime.

Triste fim!

Lívia Martins

Articulista

Comentários